Canal do blog [Fixo]

|

Hey students, como vão nesse belo dia de natal?
(Estou mal. Aqui está MUITO CALOR) 
Venho lhes dizer que nosso amado blog tem agora um canal no youtube onde postaremos tutorias, ou seja, video-aulas tanto de Photoshop como de Sony Vegas. 
Se inscrevam no blog e não deixem de ficar de olho nele. 

Beijos <3


CONTINUE LENDO ››

Welcome[Fixo]

|


WELCOME TO VALERIE SCHOOL!

Heeeey! Sejam bem vindos ao Valerie School - VS - este blog é uma extensão do Valerie Edits, neste iremos postar aulas,dicas, divulgações, avaliações e materiais.Vocês não imaginam o quão é importante isto para nós. MEU DEUS! MUITO BRIGADA IMMORTAL POR ESTE LAYOUT E OBRIGADA A TODA EQUIPE DO VALERIE QUE NOS AJUDOU A CHEGAR AQUI! Ah não podemos esquecer de nossos seguidores, muito obrigada Valeries. MUITO OBRIGADA MESMO, VOCÊS SÃO MUITO ESPECIAIS PARA NÓS!

O que haverá? Como posso pedir?
Vocês poderão pedir aulas e materiais, assim como poderão pedir avaliações de designers e dicas, haverá claro um formulário para sugestões e um para dificuldades. Porém, para poder pedir e etc, precisará seguir este blog e o oficial. Basta clicar em forms para pedir, alguns terão cronogramas, porém, outros não precisarão. 

Algo novo?
Temos vagas para Staff oficial, mas também temos como estágio onde a pessoa com um pouco de conhecimento aprimorará seus métodos para o School ou para o Edits. Para se inscrever basta ir no gadget de menu.


Enfim... Está inaugurado nossa mais nova obra...
VALERIE SCHOOL!



Obrigada por tudo...

XOXO
Equipe Valerie

CONTINUE LENDO ››

Aulas de Texto | Cena de Ação 2

|

Olá, amoras! 
Eu sei que demorei imensamente para escrever essa aula, mas tudo tem sido tão corrido ultimamente que mal estou tendo tempo para me dedicar aos blogs. 
O importante é que voltei e pronta para dar algumas dicas sobre como escrever uma boa cena de ação.

Para quem já leu uma fanfiction minha, sabe quanto eu amo escrever esse tipo de cena e eu tenho pra mim que são meu forte. Por isso resolvi compartilhar com vocês o processo que utilizo para escrever com algumas dicas e explicações que podem ajuda-la ao escrever a sua. 



Na aula passada conversamos sobre os preparativos para uma cena de ação, na qual mostrei a vocês três tópicos importantes a se pensar antes de mais nada. Hoje, continuaremos trabalhando em cima dos três tópicos, entretanto, de maneira mais aprofundada. 



Assim com todas as outras cenas há pontos a se pesar antes de escrever e no nosso caso, o primeiro deles é que tipo de cena eu quero escrever?



Você pode ter cenas de:


Tiroteio;
Perseguição de carro;
 Luta corpo a corpo;

Conflito armado;
♥ Assassinato;
♥ Corridas;
 Suicídio;
 Entre outras


Dessas todas a única que ainda não escrevi foi uma de suicídio, mas apenas por falta de necessidade de ter uma em alguma fanfiction. Com o restante já trabalhei mais de uma vez e, em todas elas,  primeiramente, fiz uma lista de perguntas a mim mesma e baseada nas respostas eu redigi. 





Quem vencerá a briga e como? 

Todo mínimo gesto na sua cena de conflito deverá ser reflexo de um resultado pré estabelecido, pois se uma personagem A deverá ganhar a briga, você tem que saber a maneira como isso ocorrerá para descrever os acontecimentos até chegar nesse ponto que deseja. 


Qual das personagens tem mais habilidades nesse tipo de conflito?

Isso já discutimos na primeira aula e sabemos que tudo dependerá da história de vida da sua personagem. 


Algum fator externo implicará no resultado?


Outro quesito que já foi abordado na aula passada. O ambiente poderá influenciar de maneira positiva ou negativa no conflito.




Eu acredito que para que qualquer cena seja realmente incrível você precisa fazer o leitor sentir junto com as personagens. Por esse motivo sentimentalize emocione seu texto. Como assim, HeyLife? Simples, seja minucioso não só nos gesto do conflito, mas na sensações das personagens juntamente. Explore o uso dos cinco sentidos e da adjetivação de tudo que for possivel. Eles são os grandes responsáveis por torna uma cena real. 
Quanto mais você estimular a mente do seu leitor, mais sensitivo ele fica e assim, mais ele entra na sua história. 

Eu não sou nenhuma perita em cena de ação, mas acredite em quem já quebrou muito a cabeça antes de escrever algo bacana: o leitor consome aquilo que o convence e o envolve.




Vamos aos exemplos: 


1. Conflito armado


" Pé diante de pé, caminhou tácito até à abertura que dava início ao limitado corredor. Mal tinha perdido Sophie de vista quando notou uma movimentação rápida à sua esquerda. Um indivíduo, que não pôde identificar devido às vestes pretas, atacou-o ao sair do primeiro quarto na surdina, tentando acertar-lhe um golpe com uma arma na nuca. Contudo, antes que pudesse completar, Bieber foi mais rápido, torcendo o pulso para o lado do opoente e lançando a faca a uma curta distância, que foi o suficiente para perfurar-lhe o abdômen.Em seguida, ergueu o braço atingindo o cotovelo contra o maxilar dele, o que o fez dar dois passos para trás, retornando ao quarto, e quase deixar a pistola cair.

Antes que o homem tivesse oportunidade para pensar em agir, o som de gritos agudos vindos da cozinha chamaram a atenção de Justin, que novamente partiu para cima do homem, puxando a faca do ferimento, antes de causar no desconhecido uma lesão fatal na lateral do pescoço. Quase no mesmo momento em que agira daquela forma impensada, o rapaz sofrera com uma última tentativa do outro de feri-lo, mas dessa vez com sucesso. Ao puxar o gatilho antes de ser atingido, o homem acertara Bieber na lateral do corpo e de raspão.

Sem parar muito para sentir a dor da pele queimando, Justin pegou a arma caída ao lado do corpo ensanguentado no chão e praticamente correu até à sala onde um segundo homem vestido semelhante ao primeiro, encarava a garotinha pedindo com um sinal de mãos para que ela parasse de chorar e gritar. E antes que ele pudesse notar sua presença ali, ergueu o revólver equipado com um silenciador e mirando adequadamente, acertou um tiro perfeito na lateral da cabeça do homem que demorou poucos segundos a cair no chão, como o primeiro, sem vida em cima de uma poça do próprio sangue.
"




Notem que os detalhes dão ao texto vais veracidade. Obviamente que poderia estar melhor se tivesse usado ainda mais as emoções, entretanto, já podemos considerar como uma cena boa, pois a linearidade dos acontecimentos consegue envolver e fazer o leitor compreender o que realmente está acontecendo.


Antes de escrever a cena descrita a cima, as nossas três perguntas fundamentais foram respondidas:



Quem vencerá a briga e como?

O protagonista vencerá a briga tirando a vida dos dois invasores utilizando algum tipo de arma.


Qual das personagens tem mais habilidades nesse tipo de conflito?

O protagonista, porque ele possuí treinamento militar para esse tipo de situação.


Algum fator externo implicará no resultado?

Nesse caso, não. 




2. Corrida




" Tereza adorava aquela sensação. Sentir o vento tocando os cabelos enquanto dirigia a cem por hora sem rumo. Ela afastou uma das mãos do volante, ajeitou o cachecol que insistia em tocar seu rosto, olhando para o lado vendo que a Ferrari vermelha estava muito próxima de seu veículo. O rapaz, dono do carro, alargou o sorriso pretensioso ao notar que iria ultrapassá-la. Ele piscou e jogou um beijo para a moça.

Tess sempre fora observadora e conhecia aquele tipo de corredor. Gostava de chamá-los de “amantes”. Eram o tipo de caras, raramente mulheres, que amavam a si próprios mais do que tudo, assim como seus pertences e títulos. Notara que ele tinha a Ferrari como um troféu. Antes da corrida o viu xingar uma garota que tentara sentar no capô do carro. Tolo. Ela sabia que precisava ser radical se quisesse vencer o homem dono do sorriso bonito. Sabia exatamente como fazer.

A garota o viu ultrapassar, tentou acelerar, mas como já era esperado ele a bloqueou, ficando a sua frente. Trocou de marcha, diminuindo um pouco a velocidade. Quando tomou uma distância razoável  do escarlate, pisou no acelerador o mais fundo que conseguia, vendo o ponteiro do velocímetro ir de noventa e cinco para cento e dez quilômetros por horas rapidamente. O rapaz, que não estava numa velocidade tão alta quando a dela, arregalou os olhos quando viu que o carro da garota se aproximava com ligeireza de sua traseira.

A centímetros do choque, ele virou o volante em um movimento desesperado, tentando evitar o baque. E o conseguiu, entretanto, no processo, acabou levando uma pancada na lateral, do terceiro corredor que diria uma Lamborghini preta.
Martinez, que dirigia uma BMW em um prata escuro, sorriu largamente enquanto avançava sozinha para linha de chegada."



Novamente poderia estar melhor, mas a caracterização e adjetivação foram utilizadas para dar mais realidade a cena. 

Quem vencerá a corrida e como?

A "vilã" da história utilizando observações tidas anteriormente. 


Qual das personagens tem mais habilidades nesse tipo de situação?

A "vilã", pois ela conhece e sabe usar os pontos fracos dos adversários. 


Algum fator externo implicará no resultado?

Nesse caso, não.




Bom, espero que tenham gostado dessa aula!
Lembrem-se: A riqueza de detalhes estimula a imaginação do leitor! 



Obrigada pela atenção

XoXo 







CONTINUE LENDO ››

Falando Sério - #Preconceito

|



Hey hey pessoal da terra!
Aqui é Mysterious Queen em e bom abri essa nova tag super do nada, sério veio do nada. Essa "tag" : 'Falando Sério' criei na intenção de expor assuntos sérios e que eu gostaria de abordar, não saindo muito do mundo da escrita este poste será sobre 'Preconceito' no geral, ou seja, não apenas sobre cor, escolhas ou religião, mas sobre os títulos que a sociedade põe em nós e que "devemos" seguir fielmente, coisa que eu discordo completamente. Então vamos lá?
Nossa gente me senti uma vlogueira sério, me senti a tal... Okay, chega, vamos.
'Preconceito' o que essa palavra te lembra? Algo justo ou injusto? Te lembra algo que praticou ou sofreu?
Preconceito, seja ele por cor,etnia,religião, opção sexual, títulos, rendas, etc... São coisas ridículas que te desmoralizam e demonstra que você tem muita falta de amor próprio, é algo nojento! Sinceramente quando vejo alguém que exerça isso passo longe, isso é algo que meu deus... O que você tem na cabeça? Titica de galinha? Quem você é para falar assim dele? Quanto mais você fala,mais baixo você fica amor, então chega neh?! Cabou!

Cor: Eu juro que acho que sou a única pessoa que não vê diferença de cor em ser humano, sério. Não vejo branco,pardo, moreno ou negro! Vejo apenas humanos. Humanos sujos em caráter e humanos sujos por tanto trabalhar. Não estou defendendo os negros, mas não defendo os brancos; Sempre na rua ouço um branco discriminando um negro ou o oposto, todavia vejo negros com vergonha da própria cor , caso contrário um branco com raiva de sua cor. Não será todo branco rico, bonito e estudado, assim como não será todo o negro o pobre, "feio", burro e ladrão, então por que tanta surpresa se ambos se unirem? Este é o que o sistema  impõe a você, sempre um deve estar abaixo, uma coisa ridícula. Não é uma cor que irá definir quem você é, o que quer ou que deve fazer, e até mesmo o seu futuro, os únicos que definem isto são você e o seu caráter, coisa que tenho certeza que poucos têm. Por que jamais vemos negros ou negras como personagens principais em Fanfics? Por que raramente vemos em livros ou filmes? Ah me poupe, negros e brancos são a mesma coisa, por que não têm o mesmo direito?
***
Religião: E aquele ditado(mandamento) sobre "amar o próximo", onde que esquecemos? Acho que nunca aprendemos, sim jamais aprendemos! Há guerra, há assassinato, há o racismo e o preconceito. Por que só a sua religião está certa e as outras estão erradas? Você já a estudou e aprofundou para saber?
Deixa eu adivinhar, não.
Como já previa, não tire conclusões precipitadas ou idiotas. Se a pessoa é espírita acredita em vida após  morte, o problema é de quem? Isso mesmo, dela então para de se meter onde não é chamado e com o que você não conhece bem. Se você é católico, seu amigo é cristão ou evangélico? Deixe ele em paz, se tem religião igual a sua , okay legal. Se você conhece uma pessoa super gente fina e ela é umbanda ou candomblé? Alguns dizem que eles acreditam em vários deuses, você foi em algum terreiro ou falou com algum pai de santo para saber? Você estudou isso? Não, então cala a boca , senta e lê. Se você é ateu ou conhece alguém que é, a escolha é da pessoa se ela acredita no "nada" você não tem nada haver.
Se acreditam em Buda, Alá, que vaca é sagrada, se acreditam em milhares de deuses é a cultura deles não imponha a sua sobre a deles. Se você m vier falando "ah mas o Deus dele é de mentira, o meu eu sei que existe", eu vou te perguntar três coisas:
1 - Você já foi lá e teve um bate-papo com o seu Deus, e voltou?
2 - Qual a prova que você tem? Pinturas, esculturas, atos divinos e objetos? Eles também tem, querido.
3 - O que isso tem haver com você? A vida é de quem? O que isso vai mudar na sua vida? Exatamente nada.
E se ele acreditar no satã? Qual o problema? Nenhum.
Já passamos daquela época de mente fechada, então abra sua mente e veja além das coisas, uma coisa é seguir uma religião outra coisa é ser fanático por ela arrumando briga, falando em nome dela e matando em nome dela. Ignorem as religiões e sigam sua vida, elas não vão mudar quem você é de verdade e não mandam em você. Não imponha sua religião às pessoas, isso é coisa do século XV, bleh.
 ****
Classe social: E quem disse que o pobre não pode ser alguém de bom caráter ou um médico no futuro? Quem disse que o rico não pode ser um ladrão corrupto e hipócrita? Dinheiro não forma o ser humano, mas faz uma lavagem cerebral. Você não pode comprar tudo com o dinheiro, este é um objeto que você conquista da forma fácil e conveniente ou na marra, mas e o amor ou amizade? A vida? Os sonhos "impossíveis"? Ou um sorriso singelo e sincero de saudade ou orgulho? Onde entra a razão e o,coração o ser humano? O dinheiro é necessário sim, mas há coisas melhores de se ter como a honestidade, coragem, amor, lucidez e recordações a contar como boas histórias.
***
Títulos na escola:  E aqueles títulos malditos da escola? "A patricinha, a popular metida, o popular pegador, o capitão do time malvado, a isolada, a roqueira, o nerd", não é porque a menina tem muitos amigos que é uma garota metida; não é porque a garota é arrumada que é uma patricinha, mas se for, ela não precisa ser a malvada das Fanfics; o popular não pode ser um cara virgem, ou sei-la fiel a namorada?; Desde quando o capitão do time precisa ser malvado?; se a pessoa desejar focar sozinha, ela fica!; Ou por que o nerd tem que ser feio, chato, zombado e sozinho?
Gente hellow, século XXI , anos 2000! As coisas não são mais assim! Chega disso, vamos abolir isso nas historias.
A patricinha pode ser amiga da nerd que não é solitária ou não está no padrão e namora o popular? Não existe mais esse negócio, ou o que ele vai mudar na sua vida? Cara se a pessoa quer ser assim, ela é, você não pode julgar sem conhecer e nem mesmo conhecendo, afinal ela não pediu opinião! Essas coisas, são coisas de babacas, quero nem pensar.
A nerd não precisa ser feia, usar aparelho ou óculos, roupas largas, ser a certinha, pode ser a louca que se arruma, ama heróis, Harry Potter e filmes nerds, além de jogos e música.
A patricinha pode ser gentil e legal, pode se importar com estudos e etc, não precisa ser má, puta,burra ou possessiva.
O capitão do time pode ser um cara engraçado, que se dá bem com as pessoas , inseguro e nada durão. Não precisa ser pegador e o gato com o corpo sarado, do colégio.
O popular não precisa namorar a patricinha ou a popular não precisa namorar o capitão, ele não precisa ser um ogro, pegador que brinca com sentimentos. Pode ser uma pessoa normal que se dá bem com todos.
A isolada deve ser porque ela quer ou porque ninguém se pronuncia, ela não precisa ser a que não fala ou sei lá.
Os tempos mudar, hey hey.
***
Doentes: Tá existe doenças que precisam de atenção e tals, mas gente na vida real não exagera com algumas , a pessoa não precisa ficar lembrando sempre sendo que ela quer viver normal enquanto pode. Isso irrita muito, sério, muito mesmo! Não há nada de novo nisso, ela só quer se sentir humana, de uma forma que as pessoas não te olhem estranho ou falem de você, não perguntem ou seja lá o que for... Não é legal.
Já nas fantasias, não exagerem no drama, merece atenção e detalhes, mas não faça o personagem com esta enfermidade muito dramático é muito idiota sério, até para depressão ei acho tonto a pessoa ficar espalhando e falando tanto, ninguém precisa saber ou ficar elevando muito, isso só piora....

Bom gente falei de alguns para não ficar muito extenso o post, mas espero que tenham gostado. Caso tenham passado por algo, queira opinar ou desabafar tem os comentários e o meu e-mail de trabalho:
mrsangel.edits@gmail.com
Mas peço que respeitem minha opinião, obrigada.
Xoxo
Mysterious Queen (∩_∩)

CONTINUE LENDO ››

Diferenças entre hífen, travessão e meia-risca

|

Essas três coisinhas que são extremamente parecidas, podem ser confundidas por qualquer um e é por isso, que estou aqui com essa dica SUPER simples, porém muito necessária para que quem quer ter um português bem bonitinho.
Lá vamos nós, para entendermos isso é necessário saber que os três tem tamanhos e funções diferentes. O travessão (—) é maior que o hífen (-) e que meia–risca (–).
Hífen:
Explicando o hífen de forma chata com palavras difíceis, ele deve ser usado em três situações: Para dividir sílabas na translineação (passar de uma linha para outra ficando parte da palavra na linha superior e o resto na seguinte), entre elementos na conjugação verbal pronominal (são conjugados com um pronome oblíquo átono (me, te, se, nos, vos, se)) e entre elementos de vocábulos compostos. Explicando esses casos de forma simples respectivamente:
Exemplo 1 «Este telemóvel que com-
praste tem GPS?
Exemplo 2 «Hoje ajudo-te com essa sinopse.»
Exemplo 3 «Essa é uma velha história de uma flor e um beija-flor.
Meia risca:
Usado para unir sequências (2–3–4) ou intervalos, de números ou letras.
Exemplos:
«Veja a lista dos nomes com iniciais A–D.
«Adicione 2–4g da solução.
Travessão:
O travessão é utilizado para assinalar o início, a alternância ou o fim do discurso direto e destacar elementos não essenciais para a construção de uma frase. Veja respectivamente os exemplos de cada um:
« — O que deseja no almoço?
« O presidente — Barack Obama — irá vir até aqui.

Hífen: os teclados possuem uma tecla atribuída a este sinal.
Meia-risca: Alt+0150.
Travessão: Alt+0151.
 
 
CONTINUE LENDO ››

DICAS PARA INICIAR SUA FANFIC

|

Hellou pandas!
Todo mundo 'tá sussa na motinha?
Antes, pra quem não me conhece me chamo Juliana (está desmaiada). Podem me chamar de Juba. Assino como Danger.

A aula/dica de hoje vai ser de como você pode se organizar pra começar sua fanfic e prevenir erros que podem prejudicar sua escrita. Vamos às dicas!

1- Faça um plot:

O que é plot?
Plot é o modo em que você planeja a fanfic.
É necessário que você tenha em mente o começo, meio e fim de sua estória. Conheço muitas escritoras maravilhosas que começaram fanfics sem noção de como terminar e acabaram as abandonando por falta de criatividade.

PELA NOSSA SENHORA DO PUDIM! Não façam isso amores!

O plot acaba com esse problema; você pode escrevê-lo no word, num caderno, em seu celular. Em Qualquer lugar.
Nele você escreve a ideia base de sua fanfic, sobre os personagens (nomes, funções e intérpretes na fanfic), a cidade e país onde se passa a ficção.

Isso ajuda a você desenvolver ideias para o início. Ao escrever as informações da história, você passa a imaginar como e/ou em que cena poderia se iniciar a estória.
2- Não comece o primeiro capítulo com apresentações

Quem nunca viu aquelas fanfics que começam assim:
"Oi, meu nome é Jurema Pinto. Tenho dezesseis anos, moro em Los Angeles, estudo num colégio cheio de rapariga......."

A MINA, PRATICAMENTE, SÓ FALTA COLOCAR O RG, DE TANTA INFORMAÇÃO SOBRE SI MESMA.

Peço desculpas, mas quando a fanfic começa assim, eu não faço questão de continuar a leitura.

Não é muito bacana quando a personagem se apresenta no início do capítulo, pois (na minha opinião) é mais legal quando você vai descobrindo a personalidade dos personagens no decorrer da fanfic.
Se você coloca a vida do/da protagonista num capítulo, que graça tem? Além de que, a leitura fica cansativa. Os leitores esperam criatividade e inovação!

Tente começar o primeiro capítulo com uma cena emocionante, que cause adrenalina na leitura. Que instigue o leitor a querer mais daquela história.

3- Diga NÃO aos clichês

ZAYNTE, please.
Não façam fanfics estilo "A Filha do Gangster", "O melhor amigo do meu irmão", "A Nerd e o Popular"....

Tecnicamente, você sabe o que acontecerá nessas fanfics antes mesmo de ler a primeira frase do capítulo.

Escolha seu gênero favorito (sobrenatural, criminal. colegial...) e tente imaginar algo que ninguém nunca tenha feito antes. Claro que não é fácil ter uma ideia original, mas isso é o que faz sua estória ser única.

Eu ás vezes vejo séries, filmes e até fanfics que se, eu tivesse feito um final/desenvolvimento seria muito melhor. E na maioria das vezes, os finais que imagino, são originais.
Acreditem; uma ideia única e inovadora, atrai e prende os leitores.

4- Escreva sobre o que gosta/entende

MOZÕES! Por Deus! Não façam fanfic de um determinado assunto por modinha.

a) Modinha vem, mas também vai embora. Chega a um certo ponto que é enjoativo ler o mesmo tipo de coisa.
b) Quando você escreve o que não gosta, as ideias não fluem tão bem. 
Acreditem, já passei por isso. Consegui bastante leitores, só que eu não me sentia bem escrevendo sobre aquele tipo de conteúdo.
c) Quando você escreve sobre o que entende e gosta, você escreverá com muito mais criatividade e amor. O que é ESSENCIAL para uma fanfic ser boa.

ESPERO QUE MINHAS DICAS TENHAM AJUDADO.
BEISITOS DA TIA DANGER <3

CONTINUE LENDO ››

Tutorial | Design Simples #2

|


Adivinha quem vem com mais um tutorial?
Sim, a Pervs.
Dessa vez, diretamente do canal do blog. 
Novamente espero que gostem tanto do tutorial como da ''playlist'' dele (SIM, TEM ROCK, POP E K-POP! E EU ADORO TUDO ISSO)
Amo vocês my babys.
 Segue o link abaixo para ser redirecionado ao tutorial baby's.


Não se esqueçam de se inscreverem no canal. 
Beijos <3

CONTINUE LENDO ››

7 erros comuns em fanfics

|

Hey, aqui é a Harley Quinn e essa é minha primeira aula aqui no estágio.
Espero que gostem.

7 erros comuns em fanfics


1- Desaparecer com pessoas.
Vejo isso em diversas fanfics. No início a personagem principal tem 20 amigos, 10 vizinhos, e o cara que ela gostava e no fim da fanfic só resta: a principal, o cara, e os melhores amigos do casal.
Talvez eu seja a única a perceber isso, mas isso incomoda um pouquinho.

2- Títulos estrangeiros escritos de formas errada
Isso é comum, e passa despercebido para pessoas que não entendem o idioma ou simplesmente não prestaram atenção. Sei que todos uma vez na vida já recorreram ao velho e bom Google Tradutor, mas se deve ter cuidado principalmente, pois o tradutor não indica traduções cem por cento corretas.
Tente colocar títulos em português, ou até mesmo buscar ajuda de um amigo que entenda da língua desejada.

3- Não fale mal do seu próprio trabalho exageradamente.
É comum e muito chato em alguns capítulos ou sinopses com:
"Odiei esse capítulo"
"Horrível essa sinopse"
"Não sei escrever sinopses!"
´´Esse capítulo está terrível! Postei somente pelo meu atraso enorme``
Caso não se sinta satisfeita com sua sinopse, peça ajuda ou encomende alguma.
Já nos capítulos tenha certeza que o capítulo que está postando seja bom o suficiente para você, faça revisões e poste quando finalmente gostar. Como leitores, gostamos de quando nossas autoras gostam do seu trabalho e façam isso porque gostam e não por cumprir metas, além de que é chato ler reclamações em todos os capítulos.

4- Uso excessivo de termos da internet.
Termos como: vc, cd, kkk, fik, mt, hr.
Eles são cansativos, além de dar a impressão que você escreveu tudo com pressa. A única forma mais aceitável do uso desses termos é caso seja um diálogo em que os personagens conversam pela internet. Fora disso utilize somente em sua vida particular nas redes sociais.

5- Personagens que não comem.
Isso acontece até em livros famosos, quando começo a ler percebo que os personagens simplesmente não se alimentam de nada. Não que você deva narrar com detalhes toda e qualquer comida que ele comer, mas dê atenção um pouco a isso citando o que ele acabou de almoçar e coisas assim. Até porque ele não vive de fotossíntese, certo?

6- Colocar emoticons
Isso é horrível! Sério! Reserve-os para suas conversas privadas, e mantenha longe dos seus textos.

7- Vários pontos de vistas em um capítulo (POV - Point of View)
Isso talvez seja o pior dos sete, não utilize dez pontos de vistas de pessoas diferentes em um capítulo, isso se torna incomodo e confuso de assimilar todas aquelas informações juntas.

Prefira utilizar um narrador principal e ir colocando de vez em quando alguns bônus de outro personagem, ou utilize o narrador em terceira pessoa.

Espero que tenham gostado e que tenha ajudado.


CONTINUE LENDO ››

Dicas de Enredo | Psicopatas

|


Hey Hey, Fala gente miuda, média e gigante!
 Aqui é a M.Q (Mysterious Queen) com a minha primeira dica de Enredo! 

O tema será sobre aquelas fanfics frias, sádicas e incrivelmente "sexys", as fanfics sobre psicopatas. Bom minha gente essas fanfics abordam personagens frios, com um passado sujo e uma instabilidade psicológica que retrata prazer em matar pessoas de formas inusitadas, para melhor explicação esta é a definição de um psicopata

Definição e Característica: Pessoa que sofre de psicopatia. Superficialmente vista como uma pessoa normal, no entanto podem ser egocêntricas, desonestas e indignas de confiança. Eles não sentem culpa, são incensiveis em relação ao amor e detestam compromisso. Eles podem não ser violentos e sim retraídos; A maioria das vezes tem consciência do que faz.

Entendem? É como se não existisse mais ninguém no mundo ou sentimentos de culpa, eles tecnicamente não amam. Este é um erro grave em Fanfics o fato da pessoa ser um psicopata, frio e violento/retraído, mas ele irá se apaixonar. GENTEEEE!

GENTEEEEE!

Gente!  O psicopata é egocêntrico e frio, ele não tem culpa e só se importa com seu prazer sexual, físico e psicológico. Ele certamente não se apaixonada, porque eles não conseguem se apegar a pessoas. Então ao fazer um romance com este tema tome cuidado, ele pode dizer que ama, mas é como você amar sua cama ou seu guarda-roupa, ou pior, uma pedra. É dizer que ama sem amar. É amar sem o amor.
Ah, outro ponto é que eles sempre são frios, há pessoas psicopatas com uma superfície retraída, tímida ou até mesmo doce! Mas pode ser apenas uma máscara para uma mente ambiciosa por atenção, poder ou morte. Há mitos como dizer que os psicopatas têm a mente pertubada ou sofrem de psicose, nem todos tem. Eles hagem com sanidade, sabem o que estão fazendo e não sentem culpa por isto. Podem arranjar mil desculpas por um "erro" ou um deslize, mas será mentira, ele poderá pôr a culpa em alguém.

DICAS!
Caso crie algo como psicopatas coloque o personagem: inteiramente frio ou mascarado; com ambições e egocêntrico; brinque com a mente dos leitores e dos personagens, se afogue nos atos maldosos, sem remorso e sorrindo. Não use paixão e sim ilusão, tortura e sanidade, não há amor. Não estrague a personalidade da personagem! Pesquise sobre a enfermidade e crie! 

XOXO
Mysterious Queen 


 
CONTINUE LENDO ››

Aula Texto | Cena de Ação 1: Preparativos

|


Olá, amoras!

Essa é a primeira aula que estou escrevendo para o VS e espero muito que gostem.

Resolvi que seria mais fácil separar essa temática em duas partes:
  1. Cenas de ação: Preparativos
  2. Escrevendo uma cena de ação: Dicas


Como escrever uma boa cena de ação?

Aula 1: Preparativos



Antes de mais nada, quando se trata de escrever uma cena de ação há alguns tópicos que devem ser estrategicamente pensados para que se obtenha um bom resultado:
  • Os personagens envolvidos;
  • A causa do conflito;
  • O local;




Os personagens:

Obviamente, os personagens envolvidos são de extrema importância em qualquer tipo de cena, entretanto, quando se trata de um conflito esse quesito deve ser bem elaborado. Isso se dá porque nessas ocasiões é preciso pensar em muito mais do que um nome e características físicas, há também alguns “extras” que podem fazer diferença na briga, como por exemplo o histórico de vida da personagem.

O que é o histórico de vida?
O histórico de vida da personagem são as experiências responsáveis por construir seu caráter.

Exemplo:

  • Uma garota religiosa que cresceu dentro da igreja agirá em uma briga de determinada maneira;

  • Uma garota que cresceu numa parte violenta da cidade, agirá em uma briga de outro jeito.



A causa do conflito:

Devemos concordar que um conflito físico sem um motivo aparente se torna algo “jogado” no meio texto.
É de extrema importância que o leitor entenda o que está acontecendo. Apresentando um porquê da briga você faz com que, automaticamente, ele “escolha um lado” e assim interaja com sua narrativa. Uma leitura dinâmica é sempre mais instigante.




O local:

Quando falamos de um lugar onde a cena ocorrerá, há muito mais do que simplesmente o ambiente. Durante uma luta as personagens interagem entre si e também com o restante do meio, o que significa que os elementos que o compõem são determinantes para o momento. Esses elementos podem ser objetos ( mobiliário, armas de fogo, armas brancas, etc) ou estruturas (paredes, pilares, escadas, etc) e, independente de que tipo, poderão oferecer ou não vantagens a algum indivíduo envolvido no conflito.




Bom, agora você sabe exatamente no que precisa pensar antes de começar a escrever sua cena de ação. Tendo esse três tópicos em mente e , se possível, listados em um papel basta começar a escrever. Na próxima aula algumas dicas que poderão ajudar na hora de efetuar essa tarefa.





CONTINUE LENDO ››

Pack de texturas

|

Oii gente, tudo bem? 
Bom, estava sem nada para fazer e fiquei com vontade de fazer um pack - tá mais pra super pack shash - a maioria das texturas são do DeviantART, e pensei que facilitaria eu fazer o mesmo e deixar pra vocês baixarem de vez ALGUMAS texturas que tenho. A pasta do DA tá com várias pastas, mas vocês dão um jeito como eu dei (mas perdi a pasta então vou organizar de novo depois ahs'). Pode demorar pra baixar, portanto creio que vale a pena. Caso baixarem comentem, sei quantos downloads foram feitos.


Para quem é iniciante é só baixar e extrair arquivos, ou clicar no pack que tá no winrar (isso se você tiver) e extrair para onde você quer...

Um beijo e um morango (queixo é clichê)

- Happiness


CONTINUE LENDO ››

Dicas | Design Simples

|

De novo essa ''Pervs'' está postando?
R: Sim, novamente estou postando.

Como diz no titulo, irei dar algumas dicas básicas para quem está começando a fazer capas de fanfics/Design Simples ou simplesmente quer aprender um pouco mais.

Sempre veja tutoriais. Não importa se foi aceito em um, dois ou até três blogs. Quanto mais tutoriais você assistir, melhor vai ser. 

Nunca deixe de baixar materiais. Texturas são essenciais para quem quer ou já faz capas em blogs, assim como PSDS/Colorings. 

Enfeites são importantes também. Não tanto porque até eu uso pouco, mas não custa nada ter um pouco deles não é? Encontrei muitos no DevianTart, (E alguns uma amiga me ''deu'' de presente)
Minhas fontes são encontradas em packs (porque baixo muitos) ou em sites exclusivos para fontes de todo os tipos.

Na hora do titulo, sempre tente encaixar bem ele com toda a capa em si. Algo que combine com ela. E cuidado com os styles, muita gente não acerta neles. Eu mesma tinha styles mas desinstalei todos, agora eu mesma sempre edito o style de acordo com meu gosto, e não me arrependo.

Fonte para a frase, muitos usam uma que combina ou que lhe agradem, mas eu uso a Trebuchet MS, o tamanho depende do seu Photoshop. O meu mesmo as vezes fica desregulado e eu uso do tamanho 6 ao 8. O mais correto é do 8 ao 14, mas nunca deixe a frase grande demais. O título sempre deve receber mais destaque (porém não exagere no tamanho). Sobre o style dela, pode combinar com o style do titulo sim. Mas sempre deixe legível. 

Para os créditos, eu usava PF Arma Five, agora uso Visitor (pode ser visto isso no tutorial), e
 PF Tempesta Five é outra fonte boa para os créditos. Nunca deixe ela muito grande. Recomendo que fique menor que a frase. 


Baixe o Topaz... Ele é muito útil. (Clique aqui para baixar, pelo menos foi onde baixei...)

Bom, acho que é apenas isso de dicas. Se tiverem alguma dúvida, basta perguntar nos comentários.

Beijos Valeries/Studentes <3




CONTINUE LENDO ››

Aula Texto | Emprego correto das palavras

|

Hello Hello!

Sou a Modified Universe, ou Andie, me chamem como preferirem. 

Bom, essa é a minha primeira aula aqui, e também por ser a primeira de texto, resolvi trazer o emprego correto das palavras que, por muitas vezes, podemos confundir. Por isso, trouxe as palavras que mais confundem as pessoas na hora de desenvolver uma narrativa, com seus significados e alguns exemplos. 

Let's go, students!

MAS: Este termo pode ser substituído por “contudo, todavia, entretanto, não obstante, no entanto, pois’’.
Exemplos: Maria diz gostar de Pedro, mas tem medo de dizer a ele.
Ele disse que gostava de mim, mas não pode ficar comigo

MAIS: Expressa ideia de intensidade; quantidade.
Exemplos: Eu era mais esperta quando mais nova. 
Demi Lovato está mais uma vez no Brasil.

MAL: É advérbio, antônimo de bem.
Exemplo: Laura foi embora da festa, pois estava se sentindo mal.(mal ≠ bem) 

MAU: É um adjetivo, antônimo de bom.
Exemplo: Ele fez mau uso do seu dinheiro. (mau ≠ bom)

SOB: É uma preposição empregada em situações em que seu significado corresponde a “embaixo de”, “em estado de”.
Exemplo: Os pássaros voam sob o mesmo céu.

SOBRE: É uma preposição empregada em situações em que seu significado corresponde a “em cima de”, “acima de” ou “a respeito de”.
Exemplo: Ele pousou suas mãos sobre o seu rosto.

ESSE: É usado para retomar um termo, uma ideia ou uma oração já mencionados.
Exemplo: A terra gira em torno do Sol. Esse movimento é conhecido como translação.

ESTE: Introduz uma ideia nova, ainda não mencionada.
Exemplo: Este ato só mostra o quão ignorante ele consegue ser quando está lado de seus amigos.

POR QUE: Este termo tem dois empregos diferentes. Quando for a junção da preposição por pronome interrogativo ou indefinido ‘’que’’, possuirá o significado de “por qual razão” ou “por qual motivo”:
Exemplos: Por que você não vai ao cinema? (Aqui, tem o significado de por qual razão)
Não sei por que não quero ir. (Já aqui, por qual motivo)

PORQUE: É explicativo, ou seja, pode significar “pois”, “uma vez que”, “para que”.
Exemplos: Não fui a escola hoje porque tenho que estudar para a prova. (aqui ele significa pois)
Não converse durante a aula porque prejudicará você mesmo. (Aqui, pode significar uma vez que)

POR QUÊ: Usa-se quando vier antes de um ponto, seja ele final, interrogativo ou exclamação. O por quê deverá vir acentuado e irá continuar com o significado de “por qual motivo” ou “por qual razão”.
Exemplo: Vocês não foram a escola hoje? Por quê?

PORQUÊ: Tem significado de “o motivo”, “a razão”. Geralmente, vem acompanhado de um artigo, pronome, adjetivo ou até mesmo numeral.
Exemplos: O porquê de não estar conversando é porque quero estar concentrada. (Aqui, é um motivo)
Diga-me um porquê para não fazer o que devo. (Já aqui, uma razão)

Espero que tenham e que, principalmente, tenha lhes ajudado, de alguma forma. 
Volto logo com mais uma aula. 

Com amor, Modified Universe



CONTINUE LENDO ››

Tutorial | Design Simples

|

 É aqui, com muito prazer que venho lhes trazer a minha primeira video-aula/tutorial. (Primeiro tutorial do blog também)
Sou a Pervs, também conhecida como Luana e inicialmente quero agradecer a todos os seguidores/students/valeries do blog, pois sem vocês não teríamos chegado onde chegamos. Muito obrigada! E falo isso não só por mim, mas por toda a staff. 
Sobre o tutorial, peço que me avisem se as musicas sumirem. Pode ser em comentário no youtube ou aqui. Espero que gostem das musicas, e por favor não liguem para a minha galeria toda bagunçada e estranha. Eu me acho deste jeito então assim está bom. :)
Deixem um like e se inscrevam no canal também, seus lindos.
Agora deixa de enrolação e vamos logo ao tutorial. Assista ele clicando abaixo. 



Beijos  <3


CONTINUE LENDO ››